Schiavenza Barolo Broglio Riserva 2008  Piemonte
  • Schiavenza Barolo Broglio Riserva 2008  Piemonte

Schiavenza Barolo Broglio Riserva 2008 | Piemonte


Código 2440

R$ 640,00

3x de R$ 213,33

veja opções de parcelamento

Compartilhe

  • Descrição
  • Região
  • Produtor

750ml
Região: Piemonte/Serralunga d'Alba - DOCG Barolo
Uva: 100% Nebbiolo.

Descanso de 36 meses em barris de carvalho da Eslavônia. Este vinho ainda muito fresco exibe cereja, sabores framboesa e tabaco. Estrutura impenetrável, denso e potente. Perfumado no nariz com aromas de ervas, toques terrosos e de frutas maduras. Refinado na boca, com framboesa doce selvagem e mirtilo no palato. Tem fruta muito pura e verdadeira clareza e tensão no palato, ganhando notas de cereja escura, calor, um pouco de condimento, maça ou noz-moscada. Os taninos são muito maduros e bem equilibrados.

Wine Spectator: 94 pontos: “Sabores e aromas de alcaçuz, alcatrão e mentol são sentidos primeiro, com a fruta de cereja e ameixa suprimida por enquanto. É fluido e firmemente estruturado, com taninos vivos no final de boca. Um pouco estranho agora, ainda tem bastante fruta doce para combinar com os taninos. Melhor entre 2018 e 2033
Harmonização: carnes vermelhas, queijos curados e de sabor intenso

Pontuação da safra 2008 (por Wine Spectator): 94 pontos

Teor alcoólico: 15°



Situado no norte da Itália, a região do Piemonte é famosa por suas trufas e seus vinhos de qualidade, tendo em destaque o grande Barolo, a joia local. Nessa região são produzidos 65% de vinhos tintos e 35% de brancos divididos entre 16 DOCGs e 42 DOCs. A área de produção da DOCG (denominazione di origine controllata e garantita) Barolo, no Piemonte, abrange cerca de 1.400 hectares e inclui as comunas de Barolo, Castiglioni Falleto, Serralunga d'Alba, parte do território da comuna de Monforte d'Alba, Novello, La Morra, Verduno, Ginzane Cavour, Diano d'Alba, Cherasco e Roddi.

As leis que controlam a produção de vinho seguem a Disciplinare que exige que a DOCG produza os vinhos:

- a partir de 100% Nebbiolo.
- mantenha apenas 8 mil quilos de uva por hectare para menções "Barolo" e "Barolo Riserva".
- mantenha apenas 7,2 mil quilos de uva por hectare para as menções "Barolo Vigna" ou "Barolo Riserva Vigna" seguido do nome do lugar.
- mantenha a produção seguinte caso as vinhas tenham menos de 7 anos:
4,3 mil kg/hectare até o terceiro ano, 5 para o quarto ano, 5,8 para o quinto ano e 6,5 para o sexto ano para as menções "Barolo Vigna" ou "Barolo Riserva Vigna" seguido do nome do lugar.
- passe 38 meses em descanso sendo o mínimo de 18 meses em barricas para menção "Barolo" .
- no caso da menção "Riserva" o vinho deve descansar no mínimo 62 meses, sendo 18 em barrica.

Barolos são vinhos que se prestam ao longo envelhecimento. Mantidos em adega climatizada podem chegar aos 20 anos ou mais.

Piemonte

Schiavenza

Região: Itália/Piemonte 

A Schiavenza atua no território de Serralunga d'Alba desde 1956. A empresa iniciada pelos irmãos Vittorio e Ugo Alexandria agora é gerenciada pelo genro Luciano Pira, engenheiro agrônomo e cellarman, auxiliado pela esposa Maura e o cunhado, Walter.  

No passado a propriedade e as terras circundantes pertenciam ao Barolo Opera Pia; o trabalho foi feito por arrendatários, chamados "schiavenza": de onde deriva o curioso nome da empresa.

Na verdade a empresa estende-se por oito hectares de vinhedos no território de Serralunga d'Alba; possui 15.240 m2 na vila de Monforte d'Alba. 

Esta é uma área de Barolos clássicos. Os Barolos aqui são envelhecidos em grandes barris de carvalho eslovenos chamados botte.  São usadas apenas leveduras naturais e os vinhos são fermentados em tanques de cimento.  

Na vinha, Schiavenza não usa pesticida ou herbicida; a colheita é manual.  Sua qualidade é excepcional. Vinhos Schiavenza são elegantes, densos, de personalidade marcante.  

// Comentários

Comentários