12 Château Moulin de La Rose Cru Bourgeois 2005  Saint-Julien  Bordeaux
  • 12 Château Moulin de La Rose Cru Bourgeois 2005  Saint-Julien  Bordeaux

12 Château Moulin de La Rose Cru Bourgeois 2005 | Saint-Julien | Bordeaux


Código CX901

de R$ 4.896,00

R$ 4.651,20

3x de R$ 1.550,40

veja opções de parcelamento
Restam apenas 5 unidades em estoque.

Compartilhe

  • Descrição
  • Região

Caixa de madeira original contendo 12 garrafas.
750ml cada garrafa
Região: Bordeaux/Saint-Julien - AOC Haut-Médoc Cru Bourgeois (margem esquerda)
Uvas: 62% Cabernet Sauvignon, 28% Merlot, 5% Cabernet Franc, 5% Petit Verdot.

Este vinho é composto de várias parcelas situadas dentro da denominação, que lhe permite expressar com precisão a tipicidade de St. Julien. Sua safra 2005 impressiona com a sua túnica majestosa vermelho puxando o preto. Aroma intenso, que combina o couro com frutas maduras e carvalho picante. Poderoso, arrojado e apoiado por taninos suaves, o palato leva a um final fresco e apimentado.

Harmonização: Cordeiro, pratos com carne vermelha, cogumelos.

Pontuação da safra 2005 (por Wine Spectator): 98 pontos

A região de Bordeaux é a maior da França tanto em produção como em fama. Alguns dos vinhos mais caros e famosos do mundo vêm dessa região, que fica na Aquitania, no departamento de Gironde. Bordeaux situa-se na margem direita, esquerda e meio de dois rios, o Garonne e o Dordogne. É comum classificar os vinhos entre margem direita ou esquerda e há diferenças de estilos entre as duas margens, com predominância de Cabernet Sauvignon na margem esquerda e Merlot na direita. A porção entre os dois rios, que forma o estuário do Gironde é chamada de Entre-deux-mers e abrange a maior parte do território de Bordeaux. A legislação local é extremamente confusa e há diversas classificações, sendo a mais famosa a de 1855, feita a mando de Napoleão e que classifica os considerados melhores vinhos da época. Ao contrário da maior parte da legislação vinícola, aqui as classificações são feitas não por porções de terrenos, mas por vinícola, ou châteaux. Isso naturalmente geraria controvérsias entre os produtores, por isso foram acrescentadas outras classificações ao longo do tempo. Bordeaux são vinhos essencialmente de corte e as principais castas são a Cabernet Sauvignon, Merlot e Cabernet Franc. O produtor pode decidir a proporção de cada uma na composição de seus vinhos. A AOC/AOP (appellation d'origine contrôlée/protégée) Haut-Médoc é uma sub região do Médoc que abrange 4.800 hectares e tem 6 denominações comunais: Margaux, Moulis, Listrac, Saint-Julien, Pauillac e Saint-Estèphe. A classificação Cru Bourgeois foi feita pela primeira vez em 1932 incluindo alguns châteaux excelentes que ficaram de fora da classificação de 1855. São vinhos excepcionais e que no entanto custam muito menos que os da classificação anterior. Os Cru Bourgeois são divididos em Cru Bourgeois Exceptionnel, Cru Bourgeois Supérieur e Cru Bourgeois. Essa classificação, diferentemente da napoleônica, é revista a cada dez anos, podendo os châteaux serem desclassificados ou novos entrarem.

Bordeaux

// Comentários

Comentários