Rapitalà Hugonis 2011  Sicilia
  • Rapitalà Hugonis 2011  Sicilia

Rapitalà Hugonis 2011 | Sicilia


Código 2304

R$ 245,00

Compartilhe

  • Descrição
  • Região
  • Produtor

750ml
Região
: Sicília - IGT Sicilia
Uvas: Cabernet Sauvignon e Nero d'Avola

Hugonis, com seu estilo poderoso e austero é o produto mais valorizado da Tenuta Rapitala, o vinho legado. O selo de Hugonis Bernardi - um cavaleiro de armadura com dois leopardos - que aparece no rótulo, é o brasão de armas da família de Bernard Hugues de la Gatinais e seu filho, Laurent. 
100% proveniente de Nero d'Avola e Cabernet Sauvignon de terrenos situados entre 300 e 400 metros acima do nível do mar com ricos solos argilosos.
As uvas são colhidas em meados de setembro. Cada parcela é colhida e vinificada separadamente em cubas de aço inox com macerações longas, mais de duas semanas para o Cabernet Sauvignon e uma semana para o Nero d'Avola. No final da fermentação os vinhos são transferidos para barricas de carvalho francês (50% novas e 50% de segunda e terceira passagem), onde são deixados para amadurecer por 18 meses antes de ser misturados e engarrafados. O vinho resultante descansa em garrafa por seis meses antes do lançamento. 
Com uma cor rubi vermelho atraente, com intensidade média-alta, no nariz surpreende para um fruto poderoso notavelmente misturado com traços de seu nobre envelhecimento: coco e caramelo, evoluindo para nuances sedutoras de especiarias e vegetação mediterrânea. O ataque é realmente poderoso e desenvolve-se na boca uma agradável sensação de volume e untuosidade que nos leva a um final longo, nervoso e fresco devido à sua acidez ideal, e trazendo de volta um sabor com frutas vermelhas e arbustos mediterrâneos.

Harmonização: pratos sofisticados à base de carnes vermelhas

Teor alcoólico: 14,5°

Robert Parker: 92 pontos
Wine Enthusiast: 92 pontos

A Sicilia tem uma tradição vinícola começada no século VIII A.C. pelos gregos e foi um caldeirão cutural por muito tempo. Seus vinhos acabaram eclipsados pela produção da Toscana e Piemonte durante muito tempo, mas nas últimas décadas os produtores se voltaram à qualidade e hoje os vinhos da região são indicados por especialistas e críticos do mundo todo. A região produz, além do famoso vinho doce Marsala, tintos e brancos, espumantes e rosés divididos em 1 DOCG e 23 DOCs. Há uma tendência ao crescimento de vinícolas que optam por classificar seus vinhos como IGP, por haver mais flexibilidade nessa denominação. A Classificação IGT ou IGP (Indicazione Geografica Tipica/Protetta), embora englobe muito dos vinhos simples, é usada com frequencia por ótimos produtores por ser mais flexível em relação às castas permitidas na produção dos vinhos com essa indicação.

Ao se tratar de um bom produtor, essa indicação pode significar vinhos incríveis, frequentemente feitos com uvas estrangeiras como as francesas Cabernet Sauvignon, Chardonnay e outras. Isso permite aos produtores testar novas uvas no local e exercitar sua criatividade. Com o tempo uma IGP pode evoluir para DOC.

Um dos casos mais famosos de grandes vinhos que não se submeteram às regras da sua Denominação são os chamados Supertoscanos, que levaram a indicação mais baixa da Itália, a de Vino da Távola, ainda que fossem estrelas de primeira grandeza.

Sicilia

Rapitalà (Gruppo Vini) 

Região: Itália - Sicília 

Rapitala é um nome real, vem de Rabidh-Allah - "Rio de Deus" – em referência ao riacho que atravessa os vinhedos e é um testemunho de que estas terras foram cultivadas desde tempos antigos. Ao longo dos séculos, gerações de agricultores  projetaram a forma atual e da identidade do selo. 

A propriedade abrange 225 hectares no território que desce de Camporeale Alcamo, nas colinas entre 300 e 600 metros, em um terreno onde argilas e areias estão alternadas. A exposição perfeita ao sol e a composição do solo tornam o lugar ideal para o cultivo das vinhas mais valiosas. 

A vinícola utiliza as mais inovadoras técnicas de britagem, refrigeração, vinificação e engarrafamento.

Na adega de barris existem mais de 600 barricas de carvalho francês alojadas em ambiente com condicionamento térmico e 13 barricas de carvalho. Grande atenção e respeito pelas características varietais para dar máxima personalidade e excelência aos vinhos.

// Comentários

Comentários